Colégio PoliBrasil adota inovações pedagógicas

PoliBrasil inova

 

Geração Y e Z exigem que as escolas repensem as práticas pedagógicas para os desafios do século XXI

 

As chamadas gerações Y e Z mudaram totalmente a forma de pensar a aprendizagem e exigiram a adoção de metodologias ativas de ensino em sala de aula. Nesse sistema, o aluno passa a ser protagonista do seu próprio aprendizado. Para atender a essas transformações, o Colégio PoliBrasil saiu à frente e incorporou esse novo modelo à educação básica.

 

Segundo Fernanda Andreello, vice-diretora do Colégio PoliBrasil, foi um grande desafio aplicar os sistemas ativos ao ensino fundamental I e II. “Não é fácil inovar na educação, pois, para se trabalhar com metodologias ativas, é fundamental romper estruturas engessadas de ensino, repensar os sistemas arcaicos e, muitas vezes, ineficientes. Essas mudanças impactam, especialmente, o papel do docente, tornando-o muito mais que um transmissor de conteúdo, mas, um mediador do conhecimento.”

 

As metodologias ativas de ensino, além melhorarem a qualidade da aprendizagem, motivam os alunos a serem mais participativos nas aulas, impulsionando seu desempenho, interesse e capacidade de assimilar o conhecimento. “Elas têm o objetivo de transformar as salas de aula em experiências vivas de aprendizagem, motivando os alunos, os tornando mais criativos e autônomos”, enfatizou Fernanda.

 

A própria BNCC (Base Nacional Comum Curricular) alterou, em 2017, seu conjunto de aprendizagens essenciais e indispensáveis a que todos os estudantes têm direito de adquirir e devem desenvolver ao longo da vida escolar, por meio do desenvolvimento de competências. As competências citadas no documento dizem respeito à formação de cidadãos mais críticos, com a capacidade de aprender a aprender, de resolver problemas, de ter autonomia para a tomada de decisões, cidadãos que sejam capazes de trabalhar em equipe, respeitar o outro, o pluralismo de ideias, que tenham a capacidade de argumentar e defender seu ponto de vista.

 

REFLEXÃO

 

Nos dias de hoje, como são as salas de aula e os sistemas didáticos? O que mudou em relação ao século XIX? Talvez o giz do quadro negro foi substituído pelo pincel para lousa branca, mas, as carteiras continuam enfileiradas, as aulas expositivas, onde o professor ainda é o centro do aprendizado, mas e os alunos, e as gerações Y, Z? Esses mudaram de comportamento, tivemos o surgimento da tecnologia, do acesso fácil e rápido as informações, estamos na era da revolução digital, mas, a educação ainda continua no século XIX.

 

A educação contemporânea ainda segue a mesma linha de séculos atrás, porém, as gerações mudam e, por isso, é necessário repensar o sistema educacional, para acompanhar as novas gerações e, consequentemente, trazer benefícios para o educando, atingindo uma formação plena, mais humana e principalmente mais apropriada para a atualidade, onde o aluno aprenda a aprender e consiga acompanhar as mudanças que ainda ocorrerão possibilitando autonomia intelectual aos alunos do século XXI.

 

METODOLOGIA POLIBRASIL

O método de ensino do Ensino Fundamental do Colégio PoliBrasil é sócio-construtivista, estimulando o aprendizado intelectual, emocional e social. Faz isso por meio de métodos ativos de ensino, com incentivo à experimentação, ao desafio intelectual, à descoberta e à solução de problemas. Os projetos interdisciplinares respeitam às diferenças e o ritmo de aprendizagem de cada aluno, cujo objetivo é o trabalho por meio da afetividade e do senso cooperativo.

 

O Colégio PoliBrasil estruturou espaços, materiais e estratégias de ensino e aprendizagem que fazem com que o aluno sinta prazer em aprender, sendo ativo no processo ensino-aprendizagem e que sua capacidade intelectual seja constantemente exercitada por meio da curiosidade, ludicidade, investigação, reflexão, análise crítica, imaginação, criatividade, autonomia moral e intelectual nas dimensões individual e coletiva.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *